CLÍNICA EQUIPA ACORDOS CONTACTOS
 
 
Medicina Dentária » Implantologia

1. CONSIDERAÇÕES GERAIS

A Implantologia é hoje uma das áreas mais inovadoras e importantes da Medicina Dentária. A colocação de implantes dentários é nos dias de hoje uma prática comum e deixou de ser vista como uma prática elitista e só ao alcance de alguns pacientes.

Os implantes dentários consistem em pequenas estruturas de metal (titânio) que se colocam cirurgicamente no maxilar superior e na mandíbula como substituto de peças dentárias perdidas. Os implantes funcionam assim como substitutos da raiz natural dos dentes, permitindo a colocação de um ou vários novos dentes.
A sua constituição em titânio, faz com que os implantes sejam altamente biocompatíveis e que tenham uma capacidade singular de osteo-integração permitindo e induzindo o crescimento ósseo ao redor do implante.

A colocação de implantes dentários, de acordo com o número de dentes em falta e do número de implantes utilizados, permite substituir um dente, vários dentes ou até a dentição completa. Os implantes dentários representam assim uma "3ª dentição", cuja qualidade estética e eficácia funcional final dependem de um cuidadoso planeamento Médico-Cirúrgico e Protético.

É fundamental para o sucesso do tratamento implantológico a realização de um minucioso planeamento que tenha em conta múltiplos factores como a qualidade e quantidade óssea, a presença de contra-indicações totais ou relativas próprias do paciente. Só um Médico-Dentista especializado nesta área pode avaliar se o tratamento com implantes é possível e adequado em cada situação

 

2. CASOS CLÍNICOS

CASO 1
   
1ª Fase
   
Final Final
   
   
CASO 2
   
Antes
   
Depois Depois

 

3. PERGUNTAS MAIS FREQUENTES


É normal haver rejeição dos implantes?

Actualmente a rejeição é praticamente inexistente pois os materiais utilizados são altamente biocompatíveis. Em percentagens mínimas pode haver perda de um implante mas por razões que não tem a ver com uma rejeição, mas sim com um processo patológico que ocorra após a colocação do implante por exemplo uma infecção, doença sistémica, patologia gengival e/ou má higiene oral.


A colocação de implantes é dolorosa?

Não. Na colocação de implantes dentários é utilizado uma técnica cirúrgica minimamente invasiva e atraumática pelo que não é dolorosa. Consoante a complexidade dos casos, nomeadamente aqueles que envolvem múltiplos implantes e regeneração óssea e tecidular, pode ser sentido alguma dor e/ou desconforto pós-cirúrgico. Em todos os casos os pacientes são convenientemente medicados para minimizar a dor e/ou desconforto que possam sentir.


Que tipo de anestesia é utilizada?

Na maioria dos casos os tratamentos com implantes são feitos em regime de ambulatório no consultório médico, sem internamento utilizando para o efeito uma anestesia em tudo igual à utilizada para os tratamentos dentários mais convencionais. Casos há em que, pela sua complexidade, a colocação de implantes é feita a nível hospitalar , com internamento sendo nestes casos utilizada a anestesia geral.


O tabaco é prejudicial?

Sim. O tabaco é prejudicial mas não constitui contra-indicação absoluta. De qualquer modo é importante referir que o tabaco pode aumentar a reabsorção óssea, dificultar os primeiros estágios do processo de cicatrização e aumentar o desconforto pós -cirúrgico.


É possível colocar implantes durante a gravidez?

Nos primeiros 3 meses não. Durante o resto do tempo se não for uma emergência, necessária e inevitável (casos de acidentes com perda traumática de dentes) a colocação de implantes é desaconselhada durante a gravidez.


Qual a taxa de sucesso em implantologia?

O sucesso em implantologia é da ordem dos 98% dependendo da qualidade dos implantes utilizados, da experiência do Médico Dentista, da adequação e qualidade da prótese confeccionada, e dos cuidados do paciente com a sua higiene oral e com as consultas de rotina e de revisão dos implantes.


O tratamento com implantes é caro?

A reabilitação oral com implantes não pode ser visto como um tratamento caro, principalmente se tivermos em conta todas as vantagens que este tipo de tratamento proporciona.
A possibilidade de ter uma "3ª dentição fixa", utilizando materiais de excelente qualidade e altamente biocompatíveis; a recuperação da confiança, conforto e da função; a possibilidade de repor a estética dentária e facial têm um valor que compensa bem os valores dispendidos neste tipo de tratamento.

 
  Copyright © 2009 CDFN » Clínica Dentária Forjaz & Nunes. Todos os direitos reservados.

MARCAÇÕES:   21 483 12 34